07 julho 2015

[RESENHA] Twittando o Amor (Teresa Medeiros)

Abigail Donovan é uma escritora de sucesso. Ela quase ganhou o prêmio Pulitzer e até foi elogiada no programa da Oprah. Então, por que ela passa os dias e noites escondida no chiquérrimo condomínio onde mora, na companhia de seus dois gatos, sem conseguir escrever? Quando o seu editor a obriga a entrar no mundo das redes sociais para expandir seus horizontes, Abby imagina que vai ser obrigada a conversar com adolescentes que teclam escondido do porão de casa. Mas ela acaba conhecendo Mark Baynard, um professor britânico sexy, bem-humorado e inteligente que está viajando pelo mundo em busca de aventura. Abby tenta resistir ao seu charme, enquanto Mark começa a quebrar a resistência dela aos pouquinhos... Inclusive a resistência a se comunicar por meio de mensagens curtas. Agora que Abby voltou a escrever e a viver , ela descobre que Mark guarda um segredo que poderá mudar para sempre a vida dos dois.

MEDEIROS, Teresa. TWITTANDO O AMOR. Riberão Preto: Novo Conceito, 2014, 204 p.

COMPRE

Skoob  Fanpage (Livro)

Skoob  Fanpage (Autor)





Just lovely.
Incrível, como um livro aparentemente despretensioso pode agarrar seu interesse pelo topete e sugá-lo por páginas e páginas de diálogos inteligentes, deliciosos e cativantes. Ao fim, eu ainda me via como parte da rotina virtual de Abigail e Mark, do seu amor impensável, que crescia a cada página, na expectativa: e se ele for um serial killer? E se ele é um daqueles fãs psicóticos?? Mas o charme dele era inegável.
O Twitter É uma eterna festa onde todos falam ao mesmo tempo, mas ninguém diz nada.  (p. 25)
É muito bom terminar um livro que nos deu prazer em ler, e que ofereceu uma leitura rápida, dinâmica. É isso o que nos espera em TWITTANDO O AMOR, de Teresa Medeiros. A narrativa se desenvolve, majoritariamente, no formato de troca de tweets entre os dois personagens principais: Abigail e Mark. Ela, uma escritora de um sucesso só, que não consegue emplacar o segundo best seller. Ele, um professor em ano sabático na Europa, super viajado, e que compartilha, a cada dia, uma nova experiência, uma foto mais bela que a anterior, um lugar inovador, que instiga os desejos de Abby.

Ela nunca deveria ter se permitido entrar nesta situação. As redes sociais não eram famosas por criar um sentimento falso de intimidade? (57)
Buscando reduzir o lapso entre ela e seus leitores, a agente de Abigail cria uma conta no Twitter para ela, o que acabou se tornando uma experiência única, ampliou o seu pequeno mundinho que funcionou bem para o primeiro livro, mas que precisava ser renovado, com vigor, com choque, com realidade, para ser enaltecido. Ainda recebemos ótimas lições sobre como manter um Twitter válido!
Posso ter apenas uma vida para viver, mas isso não significa que tenha só uma história para contar.
Li uma vez e lerei quantas mais desejar, é um livro para se manter na coleção
Recomendo!







Comentários via Facebook

0 Comentários:

Postar um comentário

Obrigada pela presença e participação! ATENÇÃO: Todos os comentários são moderados. Aqueles considerados inapropriados à nossa política serão automaticamente excluídos. Comentários anônimos não serão aceitos.