28 agosto 2016

[Crônicas] Alguém

Créditos da foto: Thay Gomez (Pilha Flutuante)
Muito se fala sobre o Amor verdadeiro e os amores falsos. 
Mas desde quando aquele sentimento que acaba pode ser chamado de Amor?
Esse fogo momentâneo que queima no peito, inflama sua alma, mas tem uma duração determinada não pode receber o nome de Amor. É fogo, paixão, desejo, é tudo, menos Amor.

Conheça, namore, noive com, case-se com quem nutre esse sentimento permanente em seu coração.
Ame alguém que te traga Paz.
Ame alguém que faz seu coração acelerar dentro do peito, e nunca por raiva, mas pelo simples fato de que ela se fez presente no ambiente, que está ali, pertinho de você.
Ame aquela pessoa que conta os minutos que faltam para te telefonar e ouvir sua voz; que pode estar a quilômetros de você, mas tem uma conexão tão forte com sua alma, que a distância se torna pólvora, e não um balde de água fria.
Ame alguém que te admira por suas qualidades e respeite seus defeitos.
Ame alguém que conta as horas para te ver.
Ame alguém que não tenha medo de ficar com você e te segurar pela mão; ame quem te apresenta aos pais, ao porteiro do prédio, aos carteiros da sua rua e que tenha orgulho da pessoa ao seu lado.
Ame alguém que não coloca a carreira acima de você, de Deus e da própria vida, mas saiba que, se está trabalhando, é para ter uma melhor qualidade de vida para sentir-se feliz, realizado (a) e ajudar aqueles que ama.

Enamore-se daquela pessoa que te observa com amor nos olhos; que te ouve, compreende e ajuda no que é possível, não fica apenas nas promessas.
Enamore-se de alguém que cante pra você, ainda que muito mal.
Enamore-se de  alguém que te puxe pela mão, no salão, e troque dois passos, que seja, mas imensamente feliz porque é com você que está dançando. 
Enamore-se de quem não teme lutar por você.
Enamore-se de quem não se esconde de você.

Encontre Alguém que...
Sempre.

Comentários via Facebook

0 Comentários:

Postar um comentário

Obrigada pela presença e participação! ATENÇÃO: Todos os comentários são moderados. Aqueles considerados inapropriados à nossa política serão automaticamente excluídos. Comentários anônimos não serão aceitos.