04 outubro 2016

[RESENHA] Contos de Meigan - A Fúria dos Cártagos (Roberta Spindler e Oriana Comesanha)

Meigan é um mundo diferente do nosso, habitado por seres especiais e poderosos que se denominam magis. Eles se parecem conosco, mas as diferenças não podem ser ignoradas por muito tempo. Os magis tem uma relação especial com a natureza e seus elementos (mantares), moldando-os à sua vontade e apoderando-se de sua força - e não se limitam apenas aos conhecidos fogo, terra, ar e água, mas englobam as Sombras, o Tempo e até mesmo o controle sobre o próprio Corpo. Contos de Meigan – A Fúria dos Cártagos começa com Maya Muskaf preparando-se para voltar para casa,  depois de 3 anos vivendo na Terra. Ela estava preocupada, pois algo afetava seu controle sobre os mantares, talvez algum resquício da misteriosa doença da infância. Com medo de estar novamente doente e visando a conseguir respostas, decidiu deixar de lado as diferenças com sua mãe Liza, a Shyrat e principal governante do mundo magi. Voltaria a Katur, capital de Meigan, e pediria perdão por todas as brigas passadas!! Deixou sua vida terrena e entrou na primeira caravana que encontrou. Porém, seus planos acabaram tomando novo rumo. No caminho de volta, os soldados que a escoltavam viram destroços e corpos no chão: com cabelos tão brancos quanto sua pele e os olhos inteiramente negros - Maya soube logo que se tratava de um dos cártagos (ex-magis traidores de seu povo e exilados em uma dimensão paralela). As implicações para tal presença em território magi eram gravíssimas e não demorou muito para que a garota e seus companheiros descobrissem que os magis traidores invadiam o Solo Sagrado e derrubavam seus portões de defesa. Em meio ao caos de uma violenta batalha, Maya vai precisar lutar para sobreviver e responder as perguntas que tanto lhe afligem: Como os cártagos conseguiram acesso ao Solo Sagrado? Onde estavam os guardiões dos portões, os mais poderosos guerreiros de Meigan? E, a mais importante de todas, conseguiria chegar a Katur a tempo de encontrar sua mãe com vida? (SKOOB

SPINDLER, Roberta e COMESANHA, Oriana. Contos de Meigan - a fúria dos cártagos. Balneário de Rincão-SC: Dracaena, 2011, 616 p. 
ONDE COMPRAR: Saraiva Dracaena Travessa
SKOOB DO LIVRO
- Você está na Sala dos Livros há quase dois dias - Avatar comentou com fingido desinteresse - Um Sábio não deveria precisar de tanta leitura.- É claro que deveria - Keyth respondeu na mesma hora - Afinal, a sabedoria não se ganha de presente...
Este é o momento em que você diz: "É por isso que eu amo o que faço". Talvez a minha resenha nunca chegue ao nível do livro que acabei de ler, mas como dizem que "menos é mais", vou tentar resumir minha opinião da melhor forma. A ausência do número da página na citação acima foi proposital. O desfecho deste diálogo eu deixo para vocês conferirem na leitura, porque Keyth é um personagem espetacular, especialmente quando se trata de Maya e de Avatar.  CONTOS DE MEIGAN é épico: o melhor livro de LitFan nacional que li desde O Senhor dos Anéis, até hoje. Possui muitas influências importantes, como Tolkien, Lewis e George R.R. Martin, e arrisco dizer que também de J.K. Rowling, Riordan e Victor Hugo. Não posso deixar de mencionar que é uma história original, cativante e arrebatadora. Esta é a narrativa construída por duas brasileiras, paraenses de Belém, que passei a admirar profundamente a partir do fim da leitura deste livro, como grande fã da ficção e da fantasia, que sou. 
Maya suspirou, fitando o céu. Não sabia mais o que pensar. Ela se sentiu extremamente cansada, como se carregasse o peso de todo o mundo em suas costas. Sorriu desmotivada. Pensou que só uma Shyrat tivesse que lidar com tanta responsabilidade, mas estava enganada... Já era hora de trilhar o caminho de sua mãe. (P. 290) 
Dor, família, guerra, paixão e amor; disciplina, ordem e hierarquia; o treino pela perfeição; um ambiente medieval com o toque da magia tradicional e do mistério; o dinamismo de uma linguagem acessível, mesmo quando formal; o mistério dos guardiões mascarados, um toque de suspense e toda a filosofia envolvida com sua condição. CONTOS DE MEIGAN é um livro de movimento, cujas páginas vibram nas mãos da gente junto com a leitura. A nossa sensação é a de estarmos correndo, mesmo sentados. O livro tem mais de 600 páginas e eu li em 7 dias - avalie. Os personagens são simples, mesmo que tenham poderes sobre-humanos. Eles são verdadeiros e apaixonados, especialmente Maya, que é uma Grande protagonista, uma líder nata que só precisa aprender um pouco mais; e Keyth, meu personagem favorito: inteligente, engraçado, espirituoso e amável. Suas melhores tiradas eu não posso relatar aqui, porque elas merecem ser lidas no contexto. Seth e Sebastian exercem um outro tipo de atração nas leitoras, mas senti que poderiam ter sido um pouco mais explorados no sentido de relacionamentos - embora entenda bem as razões de cada um para agirem assim. Já Allan, para mim, representa um big ponto de interrogação. Preciso ler mais! O livro conta uma história séria sobre invasão e vingança, jogos de poder e traição, mas não deixa de ter seus deliciosos momentos de diversão, como tudo na vida. Especialmente com relação a Keyth - que deve ser uma pessoa maravilhosa de conviver! 
Viu sem reação um braço masculino afastar as colchas.- Sebastian, eu realmente não sei o que dizer... - ela começou com a voz relutante.- Que tal não dizer nada? Minha cabeça está estourando.Aquela voz rouca, aquele tom tão conhecido. Maya franziu o cenho e teve certeza de que havia perdido completamente o juízo.Ou então o mundo só podia ter virado de ponta-cabeça.- Eerrr... Keyth?O Sábio, com os cabelos completamente arrepiados e a barba embaraçada até a raiz, fitou-a com seus olhos semiabertos. (P. 506) 
O livro trata de forma interessante a questão das diferenças sociais: posição não é tudo, mas o respeito à hierarquia e/ou às leis é importante - especialmente quando se trata dos Guardiões dos Sete Portões. Existe um belo "duelo" entre o certo e o errado, e a quem devemos obediência: às regras ou ao bom senso? Há questões sociais, filosóficas e políticas que foram abordadas de forma leve, acessível e dinâmica. A riqueza do movimento está nos ótimos diálogos e no texto, em si, que voa em nossas mãos. Ainda levei muito tempo para ler o livro! Se não fossem o trabalho e os estudos, certamente teria terminado antes. Eu me peguei pensando que essa história renderia um jogo muito, MUITO legal: de RPG, de tabuleiro ou no formato virtual.

O único ponto que eu preciso mencionar é a revisão, que poderia ter sido mais generosa. No início do livro, não vemos muito isso, mas no decorrer do texto, há várias crases que não deveriam existir e pontos finais de menos, o que ligava frases que deveriam estar separadas. Nada que atrapalhe a leitura, no entanto. É a única observação que faço, porque amei o livro. Como eu já mencionei antes, ele é bárbaro, muito mais do que eu já esperava dele: uma ótima história que une portais dimensionais (já me apaixonei aí), elementos medievais, conflitos, liderança, e ao mesmo tempo diversão, juventude e amadurecimento. Não deixemos de fora o amor, mesmo que haja cenas de ação e terror de arrepiar os cabelos e nos fazer pular. Os públicos jovem e adulto, feminino e masculino vão adorar, porque ele une ação e amor sem ser exageros, tudo na medida. Ah, e esperem reviravoltas já no início: Amo! 
Percebendo que ela havia despertado, Sebastian quebrou o beijo. Encarou-a com um olhar arrebatador. Atordoada, Maya demorou a conseguir formular algum pensamento coerente. Suas pernas tremiam tanto que não sabia como ainda conseguia ficar de pé. Não havia sido apenas um beijo. Ainda sentia o calor do fogo em seu interior, arrepios tomavam seu corpo sem aviso. Perguntou-se mentalmente se beijar um magi de fogo seria sempre assim. Como podia ter esquecido da noite anterior? (P. 510) 
A capa, de César Oliveira, ficou um espetáculo, e o final do livro me deixou refletindo sobre ela. As ilustrações do João são um charme a mais e dão vida aos personagens, inclusive os apocs (podemos sonhar com um Apoc só nosso? *.*) Acho que tudo isso vai girar para um mistério interessante e um desfecho ainda melhor! Só tenho a agradecer a Roberta e Oriana pela oportunidade de encontrar um livro maravilhoso, vivo e que já tem lugar certo no nosso Top Nacional o// 
Ansiosíssima pelo segundo livro da saga! 
Recomendo! 

NOTA MÁXIMA!!
5/5

Comentários via Facebook

12 Comentários:

  1. OK, você me fez desejar ardentemente este livro. A sua resenha não poderia ser melhor, e com certeza nos mostrou o quão maravilhoso é este livro. Já está na minha lista de desejados.

    beijos

    Amigas entre Livros

    ResponderExcluir
  2. A sua resenha está maravilhosa! Muito bem escrita. Sobre o livro eu não tenho muito o que falar, só basta dizer que eu simplesmente o amo!!! Sou uma fã de carteirinha de Meigan e também estou esperando ansiosamente pela continuação!

    ResponderExcluir
  3. eu li o livro, e tive a mesma opinião...o livro é mesmo fantastico do inicio ao fim! a resenha ta mais que perfeita!

    ResponderExcluir
  4. muito boa a resenha! mostra exatamente como o livro é fantastico! ja li e espero desesperadamente o segundo da serie!!

    ResponderExcluir
  5. Não tenho nem palavras. Muito obrigada pela resenha maravilhosa. =D

    ResponderExcluir
  6. A resenha está maravilhosa, mostra realmente a sua paixão por esse livro. o que de fato me deixou com mais vontade de ler, ele já estava na minha lista de compras e com certeza depois dessa resenha vai para o topo da lista.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. This eu esqueci de comentar anteriormente que de fato te dou parabéns pela resenha. O fato da autora ter gostado muito da sua resenha, mostra o quanto está boa.

    ResponderExcluir
  8. Olá :)
    Adorei a sua resenha,meus parabéns *-*
    Procurei este livro por aqui e não achei..vou ter que comprar com a editora mesmo >.<

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Amei a resenha!
    Me deixou MUITOOO mais empolgada!
    Eu preciso mesmo desse livro.

    Beijo,
    Amanda
    Amanda's World

    ResponderExcluir
  10. Ainda não li, mas pretendo ler logo, logo. Sem preconceitos, mas as autoras brasileiras arrasaram com esta obra.


    Abraço

    ResponderExcluir
  11. Oi This :)
    Eu venho desejado esse livro há alguns meses, mas não tinha parado para ler uma resenha dele. Gosto de me surpreender com os futuros livros que quero ler, mas acabei não resistindo e tive que ler a sua resenha.
    Ela está fantástica. Você usou todos os recursos que acho possível para usar numa resenha. Nós, blogueiros, temos o deve de mostrar, sim, o lado negativo do livro, mas focar no lado positivo. A capa do livro é MUUUUUUUUIIIITO linda. Fico sem palavras todo vez que veja ela.
    Sinto que vou gostar da Maya e babar pelo Keyth. Rsrrssr...
    Parabéns as autoras por criar uma história tão fascinante como essa.
    Espero ter a oportunidade de ler a obra, em breve. Bjs This :*

    http://peregrinodanoite.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Uma resenha maravilhosa e com uma história extremamente diferente de tudo que eu já vi.
    Uma história intrigante e apaixonante, deu vontade de ler agora.
    Abraços.

    ResponderExcluir

Obrigada pela presença e participação! ATENÇÃO: Todos os comentários são moderados. Aqueles considerados inapropriados à nossa política serão automaticamente excluídos. Comentários anônimos não serão aceitos.