30 dezembro 2016

[REVIEW] The Originals - Season 3

PODE CONTER SPOILERS!
Por fim, trago Sinopse e minha Avaliação de The Originals - Season 3 (que teve a nota mais baixa, das 3 temporadas). Mas primeiro... O Trailer!!

SEASON 3




SINOPSE:
Com a adição de novos personagens e uma Profecia maquiavélica que prevê a queda dos 3 Vampiros Originais que ainda resistem em "Vida", a terceira temporada começa com clima de medo e perseguição. Três novos personagens são inseridos junto ao elenco principal: o Lorde Tristan de Martel, sua irmã, Lady Aurora e o seu antigo cavalariço, Lucien Castle. Hoje, os três, que são vampiros (cada um criado por um dos Originais), vêm a New Orleans supostamente para proteger seus criadores - evitando, assim, que acabem morrendo no processo. 

Tristan foi criado por Elijah, juntamente ao grupo de super vampiros conhecidos por pertencerem a uma sociedade secreta, a Strix. A comunidade fora criada por um idealista Elijah, há anos, buscando elevar a civilização a um novo patamar, ter controle e ajudar o mundo - porém, a ambição humana também foi amplificada, quando dessa transformação. Aurora foi criada por Rebecca, por acidente - pois a Lady era uma maníaca psicopata, piradinha, e obcecada por ser como Klaus, como eles. Lucien é um patético ex -serviçal, que tem o objetivo doentio de vencer Klaus a qualquer custo. E ele vai muito, mas MUITO longe com isso. 

A temporada que mais teve mortes de personagens queridos nos fez perder: Finn, Jackson, pela mão de Tristan; Cami, pela mão de Aurora (mas não antes de ser transformada em vampira pela louca ex de Klaus); Davina, pela maldição que acompanhou Kol, no processo de sua ressurreição; e também Marcel, pela mão de Elijah, que temia pelo futuro de uma traição do amigo em sua família - porém, tentando evitar o destino, ele provocou seu acontecimento. Agora, Marcel é um Vampiro duas vezes mais poderoso e perigoso, até mesmo para os Originais.


REVIEW:
O que mais detestei nessa temporada foi: primeiro, o fato de que parei de vê-la pela metade, no ano passado; segundo, a morte de tantos personagens queridos - o que prova que Julie Plec está fazendo aulas de matança e de destruição do emocional dos fãs, com George R. R. Martin; terceiro, foi a melhor fase do cabelo de Davina e a pior de sua personalidade. Ela provocou um mal muito grande, quando finalmente separou Klaus de sua linhagem, em sua obsessão por ressuscitar Kol, mas pagou um alto preço por isso. O amor deles se provou mais forte nessa temporada e eu fiquei honestamente surpresa por como aquilo tudo aconteceu. Eu shippei muito, até mais do que ela com Daniel (sempre considerei que os atores tivessem uma química muito forte): Danielle Campbell com Nathaniel Buzolic foi algo mais legítimo. Ele é bem mais velho do que ela, então em toda aquela aura de Original milenar apaixonado por uma bruxinha adolescente do século XXI. O fato de ele sentir necessidade de mudar por ela foi o que mais me tocou, porque vimos muitas meninas passarem pela vida de Kol, e nenhuma causou o mesmo efeito.

A primeira morte de Cami, por Aurora, foi dolorosa, mas a segunda, por conta do veneno do Super Original, foi devastadora: o adeus de seus amigos, tudo aquilo me lembrou muito o que Damon fez por Elena. Não considerei cópia, mas um excelente benchmarking. Afinal, pertencem ao mesmo universo. Gostei muito da temporada, mas por mim teria havido mais mortes. Apenas isso. Eu sou do tipo que se apega aos personagens, que  torce, sofre e ri com eles, e tudo isso me afeta muito. Não temos mais esperanças de ver Davina, se não por flashbacks ou até pela droga alucinógena que Elena tomou em TVD pra ver Damon. Mas queria que ela voltasse por Kol. Infelizmente, a alma dela foi fragmentada em muitos pedaços pelos Ancestrais, para retornar. E, detonando aquela bomba mística que livrou as bruxas de New Orleans do controle deles, possivelmente... ela não ressurgirá. Mas quem sabe?? Quero ela e Cami de volta.

O final foi inesperado. Eu honestamente fiquei surpresa e ainda não sei se gostei. 

NOTA:
4/5

Comentários via Facebook

2 Comentários:

  1. Thay!
    Você deu uma boa nota para essa temporada, deve ser boa.
    “Não existem sonhos impossíveis para aqueles que realmente acreditam que o poder realizador reside no interior de cada ser humano. Sempre que alguém descobre esse poder, algo antes considerado impossível, se torna realidade.” (Albert Einstein)
    FELIZ 2017!
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, foi ótima. Só perdemos muitos bons personagens, e os vilões que entraram, eu considerei fracos.

      Excluir

Obrigada pela presença e participação! ATENÇÃO: Todos os comentários são moderados. Aqueles considerados inapropriados à nossa política serão automaticamente excluídos. Comentários anônimos não serão aceitos.