22 janeiro 2017

[A BIBLIOTECA LOST] LIVROS DE SAWYER: PARTE 2

Agora que já foi apresentado a um pouquinho do Universo de Lost e do personagem bad boy mais amado da telinha - James Ford, o "Sawyer" - vamos continuar checando os livros que ele leu na Ilha? 



ARE YOU THERE GOD? IT'S ME, MARGARETH (JUDY BLUME)

SINOPSE: O principal conflito do romance vem da necessidade de Margaret de resolver sua herança religiosa mista. Ela também lida com as suas questões de crença em Deus, e a história é frequentemente entrelaçada com a sua oração, que começa com as palavras do título. Na escola, ela recebe um projeto de estudo independente de um ano, para o qual escolhe um estudo sobre as crenças das pessoas, o que prova ser mais do que ela consegue lidar, já que está descobrindo muito sobre si mesma. Ela também está lidando com o conflito entre seus avós em ambos os lados de sua família, pois seus avós maternos estão tentando garantir que ela é realmente cristã visto que nasceu com uma mãe cristã. Margaret gosta de passar tempo com sua avó paterna, que parece aceitá-la por quem ela é e concordou com o casamento inter-religioso de seu filho, embora ela tenha se referido a Margaret como "minha moça judia" e lhe tenha apresentado aos serviços da sinagoga. Seu propósito era mostrar à sua neta o que a fé judaica implica. As ambiguidades de sua identidade inter-religiosa são particularmente destacadas em uma cena - após uma discussão acalorada com outra garota - em que Margaret visita uma igreja e encontra o confessionário; Lá dentro, o sacerdote invisível pergunta a respeito de seus problemas, mas - acreditando no princípio que o padre é o próprio Deus falando com ela, e também não compreendendo o conceito de confissão cristã ou seu caráter confidencial - ela simplesmente responde "me desculpe" Antes de correr para fora da igreja em lágrimas.
ADICIONE AQUI O LIVRO AO SKOOB
COMPRE NA AMAZON (Inglês) por $6,71 (dólar)
JULIUS CEASAR / JÚLIO CÉSAR (WILLIAM SHAKESPEARE)

SINOPSE: Como para as outras tragédias romanas, o material histórico de Júlio César foi tirado das Vidas Paralelas, de Plutarco.Júlio César é a primeira das grandes tragédias que Shakespeare iria escrever na primeira década do século XVII, e marca uma modificação decisiva na orientação artística do autor, que até então se ocupara com temas inocentes de comédias.Por volta de 1599, após as peças sobre a história inglesa, Shakespeare iniciou com Júlio César o ciclo das tragédias romanas. César, figura particularmente fascinante para os elisabetanos, é assassinado na primeira metade da peça, mas permanece no centro da ação por meio das atitudes e reflexões dos outros personagens.A tragédia fala de ironia, da cegueira do povo, das sangrentas lutas pelo poder, de vida privada e responsabilidade pública, e da imensa tensão entre política e moral.
COMPRE NA FNAC (R$ 10,90)
COMPRE NA AMAZON (R$ 17,99)

OF MICE AND MEN / RATOS E HOMENS (JOHN STEINBECK)


SINOPSE: George e Lennie são dois amigos bem diferentes entre si. George é baixo e franzino, porém astuto, e Lennie é grandalhão, uma verdadeira fortaleza humana, mas com a inteligência de uma criança. Só o que os une é a amizade e a posição de marginalizados pelo sistema, o fato de serem homens sem nada na vida, sequer família, que trabalham fazendo bicos em fazendas da Califórnia durante a recessão econômica americana da década de 30. Ganham pouco mais do que comida e moradia. No caminho, encontram outros sujeitos pobres e explorados, mas também situações que colocam em risco a sua miserável e humilde existência. Em Ratos e homens, Steinbeck levou à maestria sua capacidade de compor personagens tão cativantes quanto realistas e de, ao contar uma história específica, falar de sentimentos comuns a todos seres humanos, como a solidão e a ânsia por uma vida digna.
A NASCENTE (AYN RAND)

SINOPSE: Howard Roark é um jovem determinado que largou uma prestigiosa faculdade de arquitetura pouco antes de se formar e se recusa a seguir os padrões de uma sociedade que rejeita seu modo independente de pensar e agir. Decidido a não empregar seu talento para perpetuar estilos ultrapassados, ele prefere aceitar trabalhos mal remunerados, que demandam apenas força braçal. Neste polêmico romance, a célebre escritora Ayn Rand narra a história da luta de Roark, um homem de integridade inabalável, que enfrenta obstáculos como o desemprego, a ruína financeira e a humilhação pública, porém nunca abre mão de seus valores. Apesar da pressão social, profissional e financeira para que se adapte aos modelos estabelecidos, Roark luta para combater três tipos de indivíduos: os tradicionalistas, que, presos ao passado, não conseguem ver as inovações propostas pelo jovem visionário; os conformistas, que, incapazes de atender à própria vontade, aceitam passivamente as regras e os valores definidos por outras pessoas; e os parasitas, que rejeitam o herói autoconfiante, que vive para si próprio e não se deixa explorar por ninguém. No personagem do jovem arquiteto intransigente Howard Roark, Ayn Rand apresentou pela primeira vez a figura humana cujas atitudes e posturas na vida revelam o maior objetivo de sua escrita: o homem ideal, o homem tal qual "poderia ser e deveria ser". Este controverso romance de Ayn Rand narra a história da luta do arquiteto Howard Roark, cuja integridade era imóvel como o granito... de Dominique Francon, a deslumbrante mulher que amava Roark, mas se casou com seu pior inimigo... da denúncia fanática lançada por uma sociedade revoltada contra um grande criador. Nesta obra-prima, Rand apresenta uma das idéias mais desafiadoras já narradas em um livro de ficção – a de que o ego do homem é a nascente do progresso humano.


CONTINUA...

Comentários via Facebook

2 Comentários:

  1. Thay!
    que leitura apurada ele tinha, né?
    Até Shakespeare ele mantinha em sua biblioteca, fascinante.
    Semaninha De muita luz e paz!
    “Eu não procuro saber as respostas, procuro compreender as perguntas.” (Confúcio)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de JANEIRO dos nacionais, livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  2. Oi!
    Sempre tive muita curiosidade para assistir a Lost, pois é uma serie que sempre alguém comenta, mas ainda não tive oportunidade de assistir, acho bem legal quando as series de tv acabam trazendo livros reais, acaba nos deixando curiosos, de todos só conhecia Júlio César, mas fiquei muito curiosa sobre o livro da Judy Blume !!

    ResponderExcluir

Obrigada pela presença e participação! ATENÇÃO: Todos os comentários são moderados. Aqueles considerados inapropriados à nossa política serão automaticamente excluídos. Comentários anônimos não serão aceitos.