03 janeiro 2017

[TOP 10] MELHORES DE 2016!

Chegou a hora de apresentar a vocês, depois de uma cuidadosa escolha, quais são os livros favoritos de 2016. Fazemos a apresentação a partir do 10, e aí chegamos ao número 1 lá embaixo. Vamos lá? ATENÇÃO: ONDE VIREM O DIZER "Sinopse Skoob", podem clicar e serão redirecionados à página do respectivo livro no Skoob, para adicioná-los à sua estante, ok? ;-)
10
Na décima posição, está um livro de suavidade e beleza, que muito aguardei, o ano inteiro, desde que Joacil anunciou que sua próxima obra de autoajuda seria sobre o amor romântico. O livro foi tudo que esperei e mais, e haverá vídeo em breve! S2
SINOPSE SKOOB: Quem quer amar quer também ser amado, mas se não estiver preparado para as duas coisas, ocorrerá uma série de conflitos em vez de amor, que poderá culminar no sufocamento da primeira metade, incapaz de amar sozinha. Então, antes de se envolver em um relacionamento de amor, cuide-se e apronte-se para doar e receber a mais prazerosa das emoções. Este livro mostrará a você como agir para fazer seu amor durar para sempre.
9
Em nono lugar, está um clássico da Literatura universal: O HOMEM DE AREIA, de E. T. A. Hoffman. O homem era um gênio e criou uma obra que explora todo o seu potencial literário. Tem suspense, hesitação ( fantástico, portanto) e personagens cativantes, pelos quais desenvolvemos carinho e - por que não dizer... medo?
SINOPSE SKOOB: O homem da areia reúne as principais características da obra de E. T. A. Hoffmann. Nesta novela, publicada em 1817, o autor apresenta o jovem Natanael por meio de cartas escritas ao amigo Lothar, irmão de sua noiva Clara. Perturbado por uma visita inesperada que o remete a uma sinistra lembrança de infância e provoca nele os mais inquietantes pressentimentos, Natanael conta em suas cartas a história do Homem da Areia, segundo a família do menino um homem perverso que jogava areia nos olhos das crianças para depois arrancá-los e comê-los, quando elas não queriam dormir. Mergulhando o protagonista numa espiral de medo, tensão e loucura que o leva ao manicômio, Hoffmann conduz a trama para um desfecho assustador e surpreendente.
8

Este livro é enorme, mas me causou tamanha paixão e me fez grudar tanto (especialmente nas partes em que tínhamos o ponto de vista de Cassie), que eu não cessei até acabar. Maravilhoso!!
SINOPSE SKOOB: Depois da primeira onda, só restou a escuridão. Depois da segunda onda, somente os que tiveram sorte sobreviveram. Depois da terceira onda, somente os que não tiveram sorte sobreviveram. Depois da quarta onda, só há uma regra: não confie em ninguém. Agora A QUINTA ONDA está começando... Cassie está sozinha, fugindo dos Outros. Ela vive em uma Terra devastada, onde qualquer pessoa, até mesmo uma criança, pode ser o inimigo. Um inimigo que parece humano, que espreita em todos os lugares, pronto para aniquilar os últimos sobreviventes. Permanecer sozinha é permanecer viva - Cassie acredita nisso até encontrar Evan Walker. Mas será que ela pode confiar nele? Será que ele pode ajudá-la a resgatar o irmão? Chegou o momento em que Cassie deve escolher entre a esperança ou o desespero, entre enfrentar os Outros ou se render ao seu destino, entre a vida ou a morte. Entre desistir ou lutar!

7
Livro base do meu TCC, A Torre Acima do Véu foi livro lá em Janeiro, e entrou na lista dos meus livros favoritos por sua temática distópica, pela qualidade literária de Roberta e pela força de sua representação nessa vertente, no Brasil. Sou tua fã, mulher! <3 E eu amo essa capa da primeira edição!
SINOPSE SKOOB: Quando uma densa e venenosa névoa surge misteriosamente, pânico e morte tomam conta do planeta. Os poucos sobreviventes se refugiam no topo dos megaedifícios e arranha-céus das megalópoles. Acuados, vivem uma nova era de privações e sob o ataque constante de seres assustadores, chamados apenas de sombras. Suas vidas logo passaram a depender da proteção da Torre, aquela que controla os armamentos e a tecnologia que restaram. Cinquenta anos se passam, na megacidade Rio-Aires, Beca vive do resgate de recursos há muito abandonados nos andares inferiores, junto com seu pai e seu irmão. A profissão, perigosa por natureza, torna-se ainda mais letal quando ela participa de uma negociação traiçoeira e se vê cada vez mais envolvida em perigos e segredos que ameaçam muito mais do que sua vida ou a de sua família.
6
O primeiro livro da série OS INSTRUMENTOS MORTAIS só pude ler este ano, depois de metade do planeta Terra ter lido e relido. Vergonha de mim :/ Mas, enfim, é um dos que mais curti, porque Cassandra tem um dom: o da narrativa. Estou amando a série Shadowhunters, da Netflix, e aproveitando para me nivelar nos livros (Leio os capítulos referentes aos episódios próximos e posso comparar com tudo bem fresquinho na mente). Amo a saga!
SINOPSE SKOOB: Um mundo oculto está prestes a ser revelado... Quando Clary decide ir a Nova York se divertir numa discoteca, nunca poderia imaginar que testemunharia um assassinato - muito menos um assassinato cometido por três adolescentes cobertos por tatuagens enigmáticas e brandindo armas bizarras. Clary sabe que deve chamar a polícia, mas é difícil explicar um assassinato quando o corpo desaparece e os assassinos são invisíveis para todos, menos para ela. Tão surpresa quanto assustada, Clary aceita ouvir o que os jovens têm a dizer... Uma tribo de guerreiros secreta dedicada a libertar a terra de demônios, os Caçadores das Sombras têm uma missão em nosso mundo, e Clary pode já estar mais envolvida na história do que gostaria.
VAMOS ENTRAR NO NOSSO TOP FIVE? VAMOSSSSSSSSSSS!!!

5
Este é um dos livros que mais mexeu com o meu emocional em 2016. WILL TRAYNOR, YOU B...! As reações que o livro me provocou foram tão intensas, mesmo que eu já soubesse do final, por spoilers que recebi (¬¬), ainda parece que foi pior, poder acompanhar a história dele sabendo do final. WILL PESTE, EGOÍSTA.
SINOPSE SKOOB: Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Sua vidinha ainda inclui o trabalho como garçonete num café de sua pequena cidade - um emprego que não paga muito, mas ajuda com as despesas - e o namoro com Patrick, um triatleta que não parece muito interessado nela. Não que ela se importe. Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor tem 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de ter sido atropelado por uma moto, o antes ativo e esportivo Will agora desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Sua vida parece sem sentido e dolorosa demais para ser levada adiante. Obstinado, ele planeja com cuidado uma forma de acabar com esse sofrimento. Só não esperava que Lou aparecesse e se empenhasse tanto para convencê-lo do contrário. Uma comovente história sobre amor e família, Como eu era antes de você mostra, acima de tudo, a coragem e o esforço necessários para retomar a vida quando tudo parece acabado.
4
Perdida foi uma das surpresas mais maravilhosas da minha vida. Há muito tempo eu não lia um romance nacional com tanta sede de saber do final e de ler as sequências! Amei a escrita de Carina, sua visão do século XIX e tudo que posso dizer sobre Ian Clarke é: QUERO O MEU, PRODUÇÃO - Pode Providenciar!!!
SINOPSE SKOOB: Sofia vive em uma metrópole e está acostumada com a modernidade e as facilidades que ela traz. Ela é independente e tem pavor à mera menção da palavra casamento. Os únicos romances em sua vida são aqueles que os livros proporcionam. Após comprar um celular novo, algo misterioso acontece e Sofia descobre que está perdida no século dezenove, sem ter ideia de como voltar para casa ou se isso sequer é possível. Enquanto tenta desesperadamente encontrar um meio de retornar ao tempo presente, ela é acolhida pela família Clarke. Com a ajuda do prestativo e lindo Ian Clarke, Sofia embarca numa busca frenética e acaba encontrando pistas que talvez possam ajudá-la a resolver esse mistério e voltar para sua tão amada vida moderna. O que ela não sabia era que seu coração tinha outros planos.

VAMOS AO TOP 3!!! \o/

3
E por falar em surpresas maravilhosas, temos A ILHA DOS DISSIDENTES, de Bárbara Morais, mais uma autora que nos representa muito bem na vertente distópica da FC brasileira. Bárbara, além de ser um amor de pessoa, é uma escritora de mão cheia, e sua obra me levou muito além da análise literária e distópica, mas através da visão de um mundo bem humano e desumano, perante o Diferente, o Anti, o Externo. Maravilhoso.
SINOPSE SKOOB: SER LEVADA PARA uma cidade especial não estava nos planos de Sybil. Tudo o que ela mais queria era sair de Kali, zona paupérrima da guerra entre a União e o Império do Sol, e não precisar entrar para o exército. Mas ela nunca imaginou que pudesse ser um dos anômalos, um grupo especial de pessoas com mutações genéticas que os fazia ter habilidades sobre-humanas inacreditáveis. Como única sobrevivente de um naufrágio, ela agora irá se juntar a uma família adotiva na maior cidade de mutantes do continente e precisará se adaptar a uma nova realidade. E logo aprenderá que ser diferente pode ser ainda mais difícil que viver em um mundo em guerra.
2
E você pergunta: mas Thay, por que o livro que vai ser base da sua vida acadêmica, na Pós-Graduação ficou em 2º lugar e não em primeiro? Vocês vão entender quando virem o primeiro ;-)  // Pois é, A MÁQUINA DO TEMPO, de Wells, será a base da minha vida, de todos os meus pensamentos e tudo que vou fazer nos próximos 2 anos, no Mestrado. Quero comprovar que é a obra que inspirou a Distopia como a conhecemos hoje. E chegarei lá! O livro é maravilhoso, mostra uma visão inovadora para o século XIX e as histórias de Viagem no Tempo que foram um dia dependentes de artifícios como devaneios e sonhos, mas, desta vez, é completamente dominada pelo homem, por meio de um aparelho operável. Wells é o pioneiro em praticamente tudo que conhecemos na FC.
SINOPSE SKOOBA Máquina do Tempo é o primeiro romance de H.G. Wells. Depois de vários rascunhos e versões, foi finalmente publicado em 1895. O livro teve sucesso instantâneo no Reino Unido, e sua fama logo se espalhou por outros países. Chamado de "homem de gênio", considerado um pioneiro, Wells abriu caminho não só para seus livros e sua visão de mundo, mas para novas possibilidades temáticas na literatura. Lançado agora em nova tradução pela Alfaguara (selo da editora Objetiva), A Máquina do Tempo é o primeiro e mais importante romance moderno sobre viagens no tempo, e um clássico da literatura mundial. Com uma narrativa envolvente, H.G. Wells cria a fabulosa jornada de um cientista inglês a um mundo futuro, desconhecido e perigoso. Acompanhamos suas descobertas, seu deslumbramento e o horror que, aos olhos do viajante, aos poucos se anuncia.
Finalmente, chegou a hora do melhor livro de 2016, na minha opinião. Qual será? Infelizmente, não é um livro que tenho físico, AINDA, porém é uma obra que desejo ter na estante, além de todas de seu autor e outras tragédias gregas... Pois é, meu NUMBER ONE, meu #1 do ano é...

1

Eu já havia lido inúmeras tragédias gregas e quero todas na minha estante. Mas Édipo Rei, apesar de ser uma tragédia milenar, e de eu ter estudado na faculdade, por trechos; apesar de conhecer a relação com o Complexo de Édipo e ter ouvido a história ser contada pela melhor narradora destas terras, a Profra. Michelle Bianca Dantas... A experiência de leitura foi a mais catártica possível. Nenhuma tragédia grega mexeu dessa forma comigo, seja de Ésquilo, seja outra de Sófocles ou alguma de Eurípedes. O rei que, tentando evitar o desfecho trágico de sua história acabou por provocá-lo, jamais sairá de minha mente. Quem controla o destino? Homens ou deuses? Eis a questão.
SINOPSE SKOOB: Sófocles (495 a.C. - 406 a.C.) nasceu e morreu em Atenas, na Grécia, e foi um dos maiores intelectuais da antigüidade clássica. Autor prolífico e consagrado em seu tempo, produziu cerca de 120 peças das quais restaram conservadas apenas sete, entre as quais, Antígona, Ajax, Electra e Édipo Rei, talvez a mais célebre de todas as tragédias. Atormentado pela profecia de Delfos, de que iria matar o pai e desposar a mãe, Édipo tenta – inutilmente – fugir de seu destino...

Impressões? ;-)

Comentários via Facebook

0 Comentários:

Postar um comentário

Obrigada pela presença e participação! ATENÇÃO: Todos os comentários são moderados. Aqueles considerados inapropriados à nossa política serão automaticamente excluídos. Comentários anônimos não serão aceitos.