16 fevereiro 2020

[16/2] RESENHA: Anne de Avonlea

SINOPSE SKOOB: Desde que chegou a Green Gables, como uma menina órfã, Anne Shirley conquistou o amor da população de Avonlea e a reputação de se meter em confusões. Agora com de 16 anos, sentindo-se quase adulta, suas aventuras continuam a emocionar e a divertir o leitor. A jovenzinha de olhos acinzentados e cabelos ruivos, tão apimentados quanto o seu temperamento, é a nova professora da escola municipal, e, por ser pouco mais velha do que seus alunos, a realidade de seu trabalho torna-se um verdadeiro teste para seu caráter. Além de ensinar aritmética e ortografia, Anne passa a entender como a vida pode ficar complicada quando ela interfere no romance de seus amigos, e quando começa a questionar o estranho comportamento do charmoso Gilbert Blythe. Seu espírito irrepreensível e sua imaginação vibrante com frequência a envolvem em divertidas travessuras e confusões, e sua incessante busca por ‘almas gêmeas’ a coloca em contato com novos e adoráveis personagens. Nesta clássica sequência de "Anne de Green Gables", a autora mais uma vez descreve suas memórias juvenis da Ilha de Prince Edward, ao retratar a antiga vila de Avonlea, situada entre as belezas naturais da costa canadense. Apesar de Anne e seus amigos habitarem épocas antigas, quando ainda eram utilizadas lamparinas e charretes, os sonhos para o futuro, as sublimes aspirações e visões românticas fazem de Anne uma heroína para todas as idades e de todos os tempos. Desde a estreia de Anne em 1908, gerações de leitores ao redor do mundo cresceram na companhia da jovem moça de olhos vivazes e cabelos brilhantes que repete o tempo todo: "por favor, diga que são acobreados, e não ruivos". Romance / Literatura Estrangeira / Ficção / Infantojuvenil

Encantador!
É difícil acreditar que você está lendo/ouvindo Anne de Avonlea e, de repente, já está no capítulo 20! Mas é este o ritmo de leitura que ANNE DE AVONLEA te permite imprimir. Conhecemos novos personagens, como os gêmeos Davy e Dora (filhos de uma prima de Marilla, que ela acaba adotando, quando a jovem Mary morre); e temos o prazer de rever outros antigos, de que tanto gostamos, como a franca Sra. Lynde e os colegas Jane e Gilbert, de escola, que agora são professorxs também.
Tudo que é válido na vida dá algum trabalho. (p.58)
Anne Shirley está em uma nova fase de sua vida. Ela agora é professora e está enfrentando os desafios da educação, seja dos alunos e alunas mais doces, seja de um insolente Anthony Pye, que não parece disposto a gostar dela. Anne, por outro lado, está muito disposta a mudar esta realidade. ;-) No entanto, o episódio da venda da vaca nos mostra que Anne conserva algo da inocência de sua juventude, rs!
(...) eu adoraria fazer com que os outros vivessem momentos mais agradáveis graças a mim... que tivessem pequenas alegrias e pensamentos felizes, que nunca existiriam se eu não tivesse nascido. (p.)
A doçura desta história encanta, e fico feliz por ver que Anne não perdeu sua essência, apesar da idade mais madura. E é lindo, ainda, observar que outras crianças de Avonlea estão acompanhando seus passos e seguindo seu exemplo marcante na Ilha, rs. Os gêmeos Davi e Dora são ótimos, especialmente Davi! Por muitas razões, eu gostei tanto deste segundo livro quanto do primeiro, se não mais! A personalidade incrível de Anne nos faz guardá-la com cada vez mais carinho no coração, sobretudo por sua visão da educação infantil e por como as mazelas de seu passado não influenciaram na forma como trata as crianças ao seu redor.
Existe algo de bom em cada pessoa, se você quiser descobrir; e é o dever de um professor encontrá-lo e desenvolvê-lo. (p. 25)
É gostoso ver essa nova fase da vida de Anne Shirley, pois nós a conhecemos e nos apaixonamos por seu jeito tagarela de ser, e esse tom maduro lhe confere o ar do novo, que é louvável. Seu papel na criação dos gêmeos é fundamental, e fico ainda mais feliz de ver que mulher madura incrível ela se tornou.
(...) sempre amamos mais aqueles que precisam de nós. (p.70)
NOTA: 5,0/5,0
ISBN-13: 9788566549522
ISBN-10: 856654952X 
Ano: 2017
Páginas: 220
 Idioma: português 
Editora: Pedrazul

Comentários via Facebook

0 Comentários:

Postar um comentário

Obrigada pela presença e participação! ATENÇÃO: Todos os comentários são moderados. Aqueles considerados inapropriados à nossa política serão automaticamente excluídos. Comentários anônimos não serão aceitos.